Este tem sido um ano muito especial para este duende e por isso mesmo este foi um prémio mais que merecido. No dia dos seus anos, uma boa coincidência, quando chegou à oficina da Megastore do Palácio, tinha lá um caixote com a sua nova Pelago Stavanger à espera.

Isto de gostar de bicicletas e ter uma loja de bicicletas tem muito que se lhe diga. Primeiro porque me passam muitas bicicletas pelas mãos; segundo porque temos o gosto de as analisar e perceber as suas características, as qualidades e por vezes os defeitos.

Cada bicicleta tem um dono, cada uma casará melhor ou pior com alguém e esta é uma das tarefas mais importantes a desempenhar na Velo Culture. Para alguém que passa a vida a tentar fazer este tipo de leituras, escolher uma bicicleta para si torna-se uma pesada tarefa de auto-análise. Se eu só tivesse uma bicicleta, seria esta com certeza.

Podes ler o resto aqui e, já agora, também aqui.

//

This year is being a very special one for our Man Without a Three Letters Name. He was already deserving a treat and, at his birthday, a box with a Pelago Stavenger arrived at the shop. It was his new ride.

“Loving bicycles as I do and owning a bike shop is a very complicated situation. Every day I handle many bicycles and like to understand their specs and know the highs and lows of each one of them.

Each bicycle as an owner. Each one will marry someone. Matching bikes with riders is one of the most important things I do at Velo Culture. That’s why choosing a bicycle for one self is not a ride in the park. If I could only own one bike, it would be this one”.

Etiquetas:, , , , , , , , ,