É sempre um momento bom quando nos entram estas bicicletas na oficina. Esta é uma Alan com tubos de carbono, que nos chegou para uma revisão e trocar algumas coisas pequenas. Apesar dos visíveis sinais do tempo na transmissão, que já não está com as peças originais, é sempre uma bicicleta espectacular.

//

We recently had this beautiful Alan built with carbon tubes to have some minor parts replaced. Touching this exquisite vintage frames it’s alway a pleasure.

Etiquetas:, , , , , , , ,

O Jorge é um dos nossos clientes de primeira hora. Numa das visitas que fez mais recentemente à Megastore do Palácio, já se tinha decidido por uma Foffa para as suas deslocações no Porto e no Minho, mas quis o acaso que, entretanto, viesse a encontrar esta Schwinn num palheiro.

Esta bicicleta é uma Le Tour de 1974, um dos modelos fabricados sob licença no Japão com a marca Schwinn, neste caso pela Panasonic, que é reputada pelo seus quadros leves. Por isso mesmo, a menina tem uma alma muito nipónica e isso é coisa que por aqui gostamos muito.

Apesar do bom estado do quadro, que apresenta sinais de ter sido estimado, as restantes peças estavam mal tratadas pelo tempo. Contudo, os cuidados aqui dos vossos queridos duendes deixaram o conjunto com um ar muito composto e a bicicleta pronta para muitos e bons quilómetros.

 

Os aros Araya originais estavam, infelizmente, irrecuperáveis e por isso mesmo, considerando o orçamento do cliente, optámos por rodas novas com aros 700c de perfil clássico em alumínio e pneus Panaracer Pasela (Panasonic).

Para o conforto absoluto, optámos pelo selim B17 Special, aquele que continua a ser o nosso modelo preferido da Brooks. O nosso instinto apontava para o preto original, mas o mel acabou por resultar mesmo muito bem.

O cockpit, muito distinto, é uma das partes mais interessantes de uma bicicleta já de si muito bonita e foi aprimorado com um avanço novo e fita de guiador também da Brooks. Atentem no formato do guiador original Schwinn e nas manetes duplas de touring e travões da Dia-Compe.

Na transmissão mexemos em pouca coisa, trocando os pedais Le Tour originais pelos japoneses MKS Stream, subsituímos o desviador frontal por um Shimano Claris novo e trocámos a roda livre e a corrente.

Para além da substituição de cabos, espirais, esferas e outros consumíveis, foi feita uma limpeza de todas as peças e polidos os alumínios e os cromados.

//

Jorge was one of our first customers back in 2012 and, more recently, has been visiting us to chose a new commuter. Meanwhile he found this amazing Schwinn Le Tour from the 70’s abandoned in a barn, do you believe this? 

The bicycle was in a bad shape, though in original condition and we made a minimal intervention to convert it in Jorge’s new daily ride. We add a new super comfortable Brooks leather saddle and matching bar tape (our first choice would be the black, but we quite like the honey choice), a wider stem and some new drive-train parts (free-wheel, front derailleur, chain). The bike was cleaned and polished in it’s entirety and some minor parts were replaced (cables, brake-pads, bearings, etc). 

Etiquetas:, , , , , , , , , , , , , ,

Esta pequena estradeira single speed da Órbita, com roda 16”, veio ao MMM para uma revisão antes de ir para as mãos da sua nova ciclista.

Para além das afinações do costume, a intervenção foi muito pequena, apenas cabos e espirais novos, porque a bicicleta está rigorosamente nova.

//

This little vintage racer arrived at our Matosinhos workshop for a minor intervention. 16” wheeled, it was built decades ago by Órbita, one of the most iconic Portuguese brands.

Etiquetas:, , , , , , , , ,

A Ana veio à Megastore do Palácio apanhar a sua nova Bobbin Bramble azul, que é uma das nossas bicicletas preferidas. É uma citadina simples, ágil e muito muito bonita, perfeita para o dia-a-dia numa cidade como o Porto.

//

This is Ana’s new Bobbin Bramble, one of our favourite bicycles. With an understated elegance, it is a light and reliable commuter for your daily life in the city.

Etiquetas:, , , , , , ,

A Marta veio ao MMM (muito bem acompanhada pelo pequeno Edgar e pelo Olivier) apanhar a sua nova Pelago Brooklyn para as suas pedaladas no Centro do Porto.

A bicicleta foi equipada com um porta-cargas traseiro Pelago e pelo inevitável cesto da nossa colaboração com o Saber Fazer.

//

This is Marta (and little Edgar and Olivier) with her new ride for Central Porto, a very very beautiful Pelago Brooklyn with a Saber Fazer x Velo Culture basket.

Etiquetas:, , , , , , , , , ,

“Isto é a mesma coisa que falar de carros eléctricos. Quando te digo que tenho um carro eléctrico, a primeira coisa que me atiras à cara é a autonomia. Ó pá, para andares por onde andas não precisas de grande autonomia, só de eficiência. Tu não vais a Lisboa todos os dias e quando tens que ir se calhar o carro nem é a melhor opção. Com a bicicleta é a mesma coisa, acredita. Custa-te mudar o chip. Eu falo muito da maravilha que é pedalar para todo o lado, mas não me ouves. Agora se disser que até podes dobrar uma bicicleta e levá-la na mala do carro, já começas a ouvir, aos poucos isto começa a fazer sentido para ti e é assim que isto vai acabar por ir lá.”

O Manel, o papa-quilómetros casual, pedala sempre com a sua marmita no porta-cargas e nunca deixa de nos visitar quando vai a caminho de casa. Podes ler outros testemunhos no banco do MMM aqui.

//

“Well, it’s just as with electric cars. When I tell you I own one, the first thing you say is that you can’t live with such little autonomy. Dude, autonomy is not an issue, efficiency is. You don’t commute to Lisbon every day and if you do you should consider another way of doing it. With bicycles it’s the same, believe me. But it’s very difficult for you to change the chip. I talk about the joys of riding everywhere, but you won’t listen. But if I say that you can fold a bike and take it with you in the car boot, well, you start to listen and things start making a bit of sense to you. Maybe that’s a way of changing things, right?”

More from the “No Banco” series here.

Etiquetas:, , , , , , , , , ,

Página seguinte »